11 de fevereiro de 2013

Mensalão: Condenados e réus irão presidir nove Assembleias.


Reportagem da Folha de S. Paulo revela que deputados estaduais enquadrados nos critérios de ficha suja ou com pendências na Justiça assumiram o comando de um terço das Assembleias Legislativas do país. Eles se elegeram antes de a Lei da Ficha Limpa vigorar.

 O jornal identificou nove presidentes eleitos que já foram condenados ou respondem a processos. Um dos casos mais é o de deputado José Geraldo Riva (PSD), no Mato Grosso, é réu em mais de cem ações cíveis e penais e já tem quatro condenações judiciais em primeira instância.

 Riva chegou a ser cassado, mas conseguiu voltar meses depois. Chico Guerra (PSDB), reeleito para o Legislativo de Roraima, Ricardo Marcelo (PEN), que novamente presidirá a Assembleia da Paraíba, também estão entre os exemplos mapeados pelo levantamento da Folha, que encontrou também casos de condenações em primeira instância contra presidentes dos Legislativos de Alagoas, Espírito Santo e Minas Gerais, além de acusações contra os do Rio, Acre e Piauí.


 O jornal cita a Bahia, Pernambuco e Mato Grosso do Sul, como exemplos de continuísmo. Nos três estados, os comandantes das Casas assumem o quarto mandato consecutivo, mas não somam problemas judiciais. (Fonte Folha/Bahia Notícias).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seus comentários, mas lembre-se que este blog é acessado por famílias, mulheres, e pessoas de bem.