4 de abril de 2020

Ibicaraí – Comerciantes e CDL fazem reunião com prefeito, Juiz e PM e decidem reabrir comércio



O prefeito de Ibicaraí, Lula Brandão, participou no início da tarde de hoje, sexta-feira, dia 3 de março, nas dependências do restaurante Sabor no Ponto, de uma reunião com comerciantes locais, representantes da CDL, Juiz Alex Vinicius Miranda (representando o Judiciário), Major PM Wesley Bonfim Siqueira, Comandante da 63º CIPM (representando a Polícia Militar), a secretária municipal de Saúde Jamylly Oliveira e integrantes da equipe de Saúde, a Coordenadora da Vigilância Sanitária Letícia Ribeiro e o Procurador do município Dr. Adriano Carvalho e o subprocurador Lameque Pascoal.

A reunião foi para discutir a reabertura do comércio local, que está fechado por força de Decreto Municipal, em virtude da pandemia do Coronavírus (COVID-19), que se espalha por todo o mundo. Vale ressaltar que essa é a segunda reunião, e nas duas o prefeito Lula Brandão e equipe foram contra a abertura do comércio. Em determinado momento o procurador do município mostrou proposta de abrir em dias alternados e a ideia foi rejeitada. O subprocurador Lameque Pascoal também se posicionou contrário a reabertura do comércio nesse momento.


Por mais de duas horas vários questionamentos foram colocados em pauta e os comerciantes conseguiram - em caráter provisório - a reabertura em meio período de funcionamento (das 8 às 13h). Ficou definido também que os comerciantes terão que seguir alguns protocolos de atendimentos.

Segundo o procurador do município, Dr. Adriano Carvalho, o descumprimento poderá ocasionar em notificação e multa, com o risco de perda do alvará de funcionamento e responder criminalmente pelos crimes do Artigo 238 (infração de medida sanitária preventiva) e do Artigo 330 (desobediência).

O Juiz Alex Vinicius Miranda avisou que nesse momento não existe culpado para essa pandemia e que a responsabilidade é de todos. “É preciso que todos façam a sua parte. O comerciante precisa estar preparado e respeitar as normas exigidas pela Saúde e Vigilância Sanitária para poder funcionar”, disse o Juiz.

O Major PM Wesley disse que a ideia é manter as barreiras e lembrou que o período crítico começa agora no mês de abril. “Nesse momento todo cuidado é pouco. Estaremos de prontidão, a serviço da comunidade e auxiliando o monitoramento na entrada da cidade”, disse o Major.
O prefeito Lula Brandão lembrou que tinha ficado definido que hoje, nessa segunda reunião, seria decidido o seria feito com relação ao comércio e a economia local. Brandão lembrou que o vírus é letal e que o cuidado precisa ser redobrado. “Não podemos esperar chegar o primeiro caso. Algumas cidades vizinhas já têm casos. O ideal seria prolongar esse período de quarentena, pois é muito complicado o fim do confinamento social. Peço a todos que sigam as regras que serão aplicadas em novo decreto e que mantenham as lojas abertas dentro do horário permitido, seguindo os cuidados básicos. Vamos lutar juntos e com fé em Deus venceremos essa batalha contra essa pandemia”, enfatizou o prefeito Lula Brandão.

Por último a secretária municipal de Saúde, Jamylly Oliveira, deixou sua posição contrária a reabertura do comércio e lembrou que o comerciante precisa respeitar horários e as condições sanitárias exigidas e seguir alguns protocolos de atendimentos que serão divulgadas em novo decreto. Lojas de roupas terão de ter o cuidado, pois o cliente não poderá provar a roupa que for comprar. Jamylly deixou claro que em caso de aumento no número de casos suspeitos ou surgimento de caso do COVID-19, ela mesmo solicitará outra reunião para avaliar se valeu a pena reabrir o comércio e pedirá nova interdição”, disse a secretária.

Assessoria de Comunicação – Ibicaraí
03.04.2020

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seus comentários, mas lembre-se que este blog é acessado por famílias, mulheres, e pessoas de bem.