24 de março de 2019

Os Cobras vence o Grêmio nos pênaltis e se classifica para a semifinal do torneio de verão 2019.



Num jogo eletrizante do começo ao fim, Grêmio e Os Cobras, fizeram uma partida digna de uma final, lutando do início ao fim, para conseguirem seus objetivos.
O grêmio podendo até mesmo perder, que já garantia sua vaga como biônica, enquanto aos Cobras,, só a vitória interessava.
Quem saiu na frente foi o Grêmio, com um belo gol de Silvio, que colocou a bola no ângulo, abrindo o placar da partida, aos 16 minutos da segunda etapa.
Logo em seguida, o mesmo Silvio, teve a oportunidade de matar o jogo, deixando o zagueiro no chão, batendo na saída do goleiro, mas, a bola caprichosamente foi para fora.
O castigo veio logo em seguida, com um lindo gol de falta do lateral Tchá, que da meia lua, bateu forte para empatar a partida, deixando tudo igual no marcador, levando o jogo para as cobranças de penalidades.

O atacante Yago Manga, da equipe dos Cobras, em uma dividida de bola com o volante Téa, do Grêmio, acabou levando a pior, sofrendo uma fratura, sendo conduzido para o hospital e substituído por Rayclai.
Nas penalidades, melhor para os Cobras que converteu suas três cobranças com Welton, Lozo e Tchá, enquanto o Grêmio desperdiçou uma cobrança com Féu, enquanto Samuel e Breu converteram.
Agora teremos um sorteio para conhecermos os confrontos de Domingo, válidos pela semifinal, onde duas equipes passarão para a grande final da competição que acontecerá, dia 07 de Abril.
Os Cobras jogou com Nom Bahia, Cotheba, Lozo, Welton, Tchá, Salomea, Washington, Betinho, Yago Manga, Índio e Bismark, ainda entrando na partida; Vitor, Caretinha, Andrey, Willian, Rayclai e Gleydson.
O Grêmio jogou com Índio, Antonio, Cassio, Samuel, Bem, Téa, Dai, Amaury, Wilk, Lucas e Silvio, sendo que ainda entraram Minho, Yan, Katiba, Breu e Féu.
Um grande público compareceu ao estádio, fazendo uma festa bonita nas arquibancadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seus comentários, mas lembre-se que este blog é acessado por famílias, mulheres, e pessoas de bem.