17 de agosto de 2012

Abertura da Campanha de Multivacinação será neste sábado (18).


A Campanha de Multivacinação Nacional será aberta na Bahia, neste sábado (18), às 9h, no 9º Centro de Saúde Sabino Silva, no Nordeste de Amaralina. A campanha será realizada até o dia 24 e é voltada para crianças menores de  cinco anos. O objetivo é atualizar o esquema vacinal, reduzindo o risco de transmissão de doenças que podem ser prevenidas pela vacinação e reduzir as taxas de abandono do esquema vacinal, de acordo com o calendário básico de vacinação na caderneta de Saúde. As vacinas estarão disponíveis nos centros e postos de saúde das secretarias municipais de Saúde, e em postos fixos e volantes.
Durante a abertura da campanha, que contará com a presença do secretário Jorge Solla, as crianças terão uma programação especial no 9º Centro de Saúde, que se transformará. Muitas brincadeiras e atividades infantis aguardam os menores de cinco anos e seus papais. Entre as atrações estão cama elástica, golzinho, vôlei, basquete, pintura de rosto e corpo, dominó e dama. A meta da Sesab é vacinar 850 mil crianças na Bahia, iniciando ou completando o esquema vacinal.
De acordo com a coordenadora do Programa Estadual de Imunizações, da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), Fátima Guirra, este ano, o Ministério da Saúde (MS) determinou a inclusão de duas novas vacinas, a pentavalente combinada - DTP/HepB/Hib, contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e Haemophilus influenzae tipo B, e a vacina inativada de poliomielite (IPV).

Vitamina A - Outra ação importante realizada durante a campanha será a oferta da vitamina A para crianças a partir de seis meses e até os menores de cinco anos. Este suplemento estará disponível para as crianças durante a campanha de vacinação também nas unidades básicas de Saúde de todos os municípios baianos. O programa de suplementação faz parte da ação Brasil Carinhoso, do MS, voltado à primeira infância.
Os principais impactos do uso da vitamina A na suplementação na saúde das crianças, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), são: a prevenção da deficiência de vitamina A (hipovitaminose A), redução do risco de morbidades e mortalidade infantil, potencializando, com isso, o pleno desenvolvimento das crianças.

Matéria extraída na integra do blog A Folha da Cidade. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seus comentários, mas lembre-se que este blog é acessado por famílias, mulheres, e pessoas de bem.