CLIQUE NA IMAGEM E BAIXE AGORA O APLICATIVO DA NOSSA WEB RÁDIO ABN.

LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNETE

LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNETE
LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNET, DE IBICARAÍ PARA O MUNDO - AVENIDA SÃO VICENTE DE PAULA

CONHEÇA NOSSO SITE E OS NOSSOS SERVIÇOS AGORA, CLICK NA IMAGEM E VEJA.

ESTÁ EM CASA, PENSOU EM PIZZA, LEMBROU PIZZARIA PRIMEIRA¨OPÇÃO.

ESTÁ EM CASA, PENSOU EM PIZZA, LEMBROU PIZZARIA PRIMEIRA¨OPÇÃO.

VISITE A MULTESCRITA SOLUÇÕES EM CONTABILIDADE RUA 2 JULHO Nº 35 - 1º ANDAR

17 de julho de 2017

Prefeitura de Ibicaraí realiza primeira fase do Projeto Libélula nas escolas do município.


A prefeitura de Ibicaraí, através das secretarias municipais de Saúde e Educação, com o apoio das equipes de Endemias e Programa Saúde nas Escolas (PSE), está realizando na rede de ensino do município, nos três turnos (matutino, vespertino e noturno), a primeira fase do Projeto Libélula, que tem como objetivo sensibilizar de forma lúdica os sintomas e prevenção para as arboviroses (Dengue, Chikungunya, Zika e Febre Amarela) e o combate ao mosquito transmissor Aedes Aegypti.
Segundo o secretário municipal de Saúde, Givanilson dos Santos (Van), o Projeto Libélula é de autoria da Educadora de Endemias Anilma Lacerda, tendo a coordenação da Vigilância Epidemiológica em parceria com o PSE. "O projeto começou no mês de junho e ainda está em andamento, mas os resultados são muito positivos. Assim que mostrei esse projeto para o prefeito Lula Brandão, de imediato ele gostou da ideia e deu carta branca para aplicar nas escolas", disse Van.
"Estamos concluindo a primeira fase junto com as coordenadoras do PSE Luciane Velanes e Karina Rocha. A segunda fase começa em agosto com o plantio das Crotalárias. A Crotalária atrai a libélula, um inseto predador do mosquito da dengue. Com o plantio da Crotalária no jardim ou quintal de casa, a libélula, que busca colocar ovos em água parada, assim como o mosquito Aedes Aegypti, vai depositar seus ovos e essas larvas vão se alimentar das larvas do mosquito transmissor da dengue, acabando com o foco. Qualquer um pode fazer um caqueiro com essa planta", disse Anilma.
O projeto já foi aplicado nas seguintes escolas: Gilberto Amado, Yêda Barradas, Creche Raimunda Mota, Lino Francisco (Jacarandá - zona rural), Olavo Bilac e Raimundo Cordeiro (distrito do Cajueiro), Escola Municipal da Vila Santa Isabel e Emílio Isabel (distrito da Vila Santa Isabel), Filosofia Adventista, José Tito, Lea Galrão, Ramiro Berbert de Castro, Helena Pimentel (distrito da Saloméa), Natércia Kauark e Coraci Aly.
Assessoria de Comunicação – Ibicaraí

17.07.2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seus comentários, mas lembre-se que este blog é acessado por famílias, mulheres, e pessoas de bem.