LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNETE

LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNETE
LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNET, DE IBICARAÍ PARA O MUNDO - AVENIDA SÃO VICENTE DE PAULA

CONHEÇA NOSSO SITE E OS NOSSOS SERVIÇOS AGORA, CLICK NA IMAGEM E VEJA.

ESTÁ EM CASA, PENSOU EM PIZZA, LEMBROU PIZZARIA PRIMEIRA¨OPÇÃO.

ESTÁ EM CASA, PENSOU EM PIZZA, LEMBROU PIZZARIA PRIMEIRA¨OPÇÃO.

VISITE A MULTESCRITA SOLUÇÕES EM CONTABILIDADE RUA 2 JULHO Nº 35 - 1º ANDAR

5 de julho de 2016

VÍDEO : Acusado de matar esposa na Várzea Alegre e mais duas pessoas em Itamaraju confessa crimes.


Márcio Ribeiro Liberato, de 30 anos, foi preso na última quarta-feira (29/06), em Buerarema por uma guarnição da CIPE Cacaueira. Após ser preso, Márcio confessou vários crimes cometidos no município de Itamaraju, segundo a polícia, o suspeito estava em uma Lan House quando foi localizado após uma denuncia anônima, haviam um mandado de prisão em aberto em seu desfavor.
Logo ele foi levado para a carceragem da polícia Civil de Itabuna onde ficou a disposição da justiça, na última sexta-feira (01/07), a Polícia Civil do município de Itamaraju realizou o recambiamento do mesmo para a comarca de Itamaraju onde ele foi apresentado e segue preso.



Em entrevista a nossa equipe de reportagem, Márcio confessou três crimes de homicídio, sendo um contra o jovem Charles Jesus Santos, morto as margens da BR-101, o segundo contra um homem numa residência na estrada que liga Itamaraju a Corumbau e o terceiro contra sua esposa, Fabrícia Viana Silva de 27 anos, na noite de sábado (16/01/2016), Rua Santa Teresinha no Bairro Várzea Alegre.

Márcio relatou que apesar de comentários relatando serem quatro homicídios, ele confessa apenas três, segundo ele, o motivo que levou a matar os dois homens foi constantes roubos e ameaças, para ele a impunidade da justiça em prender pessoas que roubam e soltar em seguia fez com que ele cometesse os crimes, uma vez que sua mão foi vítima de um dos homens que ele matou.

Questionado sobre o motivo que o levou a matar sua companheira asfixiada, Márcio relatou que suspeitava de uma suposta traição, onde ele saia para o trabalho de madrugada e toda vez que retornava para sua residência encontrava mensagens ‘’curiosas’’ no celular da sua companheira, Márcio relatou também que levou tapas no rosto varias vezes e em uma dessas agressões ele matou sua companheira.

Durante a entrevista, Márcio se mostrou frio e tranqüilo, relatou todos os fatos, sua fuga até Buerarema e ainda relatou que dos três crimes cometidos por ele, apenas se arrepende em ter matado sua esposa. Márcio segue detido a disposição da justiça.


Por Maurílio Garcia e Lênio Cidreira/Cocobongo
Fonte; cocobongo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seus comentários, mas lembre-se que este blog é acessado por famílias, mulheres, e pessoas de bem.