LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNETE

LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNETE
LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNET, DE IBICARAÍ PARA O MUNDO - AVENIDA SÃO VICENTE DE PAULA

CONHEÇA NOSSO SITE E OS NOSSOS SERVIÇOS AGORA, CLICK NA IMAGEM E VEJA.

ESTÁ EM CASA, PENSOU EM PIZZA, LEMBROU PIZZARIA PRIMEIRA¨OPÇÃO.

ESTÁ EM CASA, PENSOU EM PIZZA, LEMBROU PIZZARIA PRIMEIRA¨OPÇÃO.

VISITE A MULTESCRITA SOLUÇÕES EM CONTABILIDADE RUA 2 JULHO Nº 35 - 1º ANDAR

14 de julho de 2016

Botafogo empata com o Bragantino e leva decisão para o Rio de Janeiro.


Resultado fez justiça ao desempenho das duas equipes que travaram um duelo equilibrado no Nabizão.
Botafogo e Bragantino empataram por 2 a 2 em partida disputada na noite desta quarta-feira (13 de julho), no Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, pela terceira fase da Copa do Brasil. Para se classificar, o Alvinegro carioca só precisa empatar por um gol no jogo da volta, que acontecerá no dia 27 na Arena Botafogo. O time paulista garantirá a vaga se o placar igual for a partir de três gols. A repetição do resultado do jogo de ida levará a decisão para a disputa de pênaltis.

O resultado fez justiça ao desempenho das duas equipes que travaram um duelo equilibrado. O Bragantino saiu na frente, sofreu a virada do Botafogo, mas ainda encontrou forças para marcar o gol do empate.


O jogo – O Bragantino começou a partida no ataque e quase marcou aos três minutos. Erick apanhou a sobra na entrada da área e mandou a bomba. Tatá desviou e quase surpreendeu o goleiro Sidão. Um minuto depois, o lateral Diego falhou e Watson quase marcou, mas o goleiro Sidão acabou aliviando o perigo.

Depois dos cinco minutos, o Botafogo começou a equilibrar a partida, ficando mais tempo com a posse da bola, mas sem levar perigo ao gol do Felipe. Para controlar a pressão carioca, os jogadores do Bragantino passaram a atuar de forma ríspida, se aproveitando da passividade da arbitragem.

Aos 18 minutos, o zagueiro Joel Carli derrubou Jefferson Baiano fora da área, mas o árbitro marcou pênalti provocando grande revolta entre os jogadores do time de General Severiano. Bruno Pacheco bateu forte e marcou o primeiro gol.

O Botafogo tentou buscar o gol do empate, mas só conseguiu a primeira oportunidade aos 30 minutos. Dierson lançou Bruno Silva, que ajeitou de peito para Salgueiro, que bateu forte, mas viu a bola desviar na zaga e sair para escanteio. Após a cobrança, Carli mandou de cabeça e Felipe fez boa defesa.

Para segurar o adversário, o Bragantino recorria seguidamente às faltas, se aproveitando da omissão da arbitragem.

Aos 37 minutos, o Botafogo marcou o gol do empate. Salgueiro cruzou na área, Dierson subiu sem marcação e cabeceou para deixar tudo igual. Foi o primeiro gol de Dierson como profissional. E a comissão técnica do Bragantino também reclamou bastante, alegando que o jogador alvinegro cometeu falta ao subir para cabecear.

Aos 43 minutos, Gervasio Nuñez recebeu na entrada da área, se livrou da marcação e chutou no canto, mas Felipe fez uma boa defesa.
O segundo tempo começou com um susto para a defesa do Botafogo. Após cruzamento na área, Watson chegou atrasado e perdeu a chance de concluir.

O Botafogo virou a partida aos seis minutos. Após cruzamento na área e defesa parcial de Felipe, Luis Henrique apanhou pela esquerda e tocou para Gervasio Nuñes bater no canto direito e colocar nas redes do Bragantino.

Aos 14 minutos, os jogadores do time paulista pediram a marcação de pênalti quando Erick caiu na área após disputar com Victor Luís. O clima ficou tenso e um desentendimento entre Juan Salgueiro e Rodrigo Sam acabou envolvendo jogadores das duas equipes, mas ninguém foi advertido.

Sem alternativas, o Bragantino adiantou sua equipe para tentar marcar o gol do empate. E acabou conseguindo o objetivo aos 30 minutos. Erick lançou Rodrigo Sam e o zagueiro ajeitou para Eliandro bater. A bola desviou em Carli e enganou o goleiro Sidão.

O técnico Marcelo Veiga decidiu mandar seu time à frente para buscar o terceiro gol e trocou o volante Edson Sita pelo atacante Jobinho. Aos 41 minutos, Watson invadiu pela direita e chutou forte, mas Sidão fez uma boa defesa.

FICHA TÉCNICA
BRAGANTINO 2 X 2 BOTAFOGO

Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Braganca Paulista (SP)
Data: 13 de julho de 2016 (Quarta-feira)
Horário: 19h30(de Brasília)
Público: 1434 pagantes
Árbitro: Rafael Martins Diniz (DF)
Assistentes: Ramires Santos Candido (ES) e Leone Carvalho Rocha (GO)
Cartão Amarelo: Daniel Pereira, Alemão, Jefferson Baiano, Rodrigo Sam(Bra); Joel Carli, Dierson, Diego(Bota)
Gols:
BRAGANTINO: Bruno Pacheco aos 18 minutos do primeiro tempo; Eliandro, aos 30 minutos do segundo tempo
BOTAFOGO: Dierson, aos 30 minutos do primeiro tempo; Gervasio Nuñez, aos seis minutos do segundo tempo

BRAGANTINO: Felipe, Alemão, Rodrigo Sam, Éder Lima e Bruno Pacheco; Watson, Edson Sitta(Jobinho), Daniel Pereira e Tarta(Claudinho); Erick e Jefferson Baiano(Eliandro)
Técnico: Marcelo Veiga

BOTAFOGO: Sidão, Diego, Joel Carli, Emerson Silva e Victor Luís; Diérson, Bruno Silva(Marcinho), Gervasio Nuñez e Gegê(Geovane Maranhão); Juan Salgueiro e Luís Henrique(Vinicius Tanque)
Técnico: Ricardo Gomes

Foxsports.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seus comentários, mas lembre-se que este blog é acessado por famílias, mulheres, e pessoas de bem.