CLIQUE NA IMAGEM E BAIXE AGORA O APLICATIVO DA NOSSA WEB RÁDIO ABN.

LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNETE

LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNETE
LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNET, DE IBICARAÍ PARA O MUNDO - AVENIDA SÃO VICENTE DE PAULA

CONHEÇA NOSSO SITE E OS NOSSOS SERVIÇOS AGORA, CLICK NA IMAGEM E VEJA.

ESTÁ EM CASA, PENSOU EM PIZZA, LEMBROU PIZZARIA PRIMEIRA¨OPÇÃO.

ESTÁ EM CASA, PENSOU EM PIZZA, LEMBROU PIZZARIA PRIMEIRA¨OPÇÃO.

VISITE A MULTESCRITA SOLUÇÕES EM CONTABILIDADE RUA 2 JULHO Nº 35 - 1º ANDAR

3 de junho de 2016

Estupro coletivo: Justiça revoga prisão e jogador é solto.


Lucas Perdomo dos Santos estava preso no presídio Bangu 10 desde a quinta (2)
O jogador de futebol Lucas Perdomo dos Santos foi liberado nesta sexta-feira (3) do presídio Bangu 10. Ele é um dos apontados de envolvimento no estupro coletivo de uma jovem de 16 anos na zona oeste do Rio.

Na tarde de quinta (2), a delegada Cristiana Bento, titular da DCAV (Delegacia da Criança e Adolescente Vítima), pediu a revogação da prisão. Segundo a delegada, não há razões para mantê-lo preso.

— Não vejo indícios para mantê-lo preso. Isso não quer dizer que ele seja inocente ou não tenha nenhuma participação no crime, mas se tornou desnecessário mantê-lo preso.

Perdomo estava preso desde segunda-feira (30). Nesta quarta-feira (1º), Antunes levou à delegada uma amiga da vítima do estupro, a quem ela teria relatado que Lucas não participou do crime. A vítima, Lucas, Raí e uma segunda menina teriam ido a um imóvel conhecido como "abatedouro", no Morro da Barão, na zona oeste, após um baile funk.


Raí admitiu que teve relações sexuais — segundo ele, consentidas — com a vítima, enquanto Lucas fazia sexo com a outra jovem. Lucas afirma que foi embora em seguida, levando a outra menina, e não presenciou o estupro coletivo. Raí continua preso em Bangu 10.
Fonte; R 7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seus comentários, mas lembre-se que este blog é acessado por famílias, mulheres, e pessoas de bem.