CLIQUE NA IMAGEM E BAIXE AGORA O APLICATIVO DA NOSSA WEB RÁDIO ABN.

LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNETE

LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNETE
LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNET, DE IBICARAÍ PARA O MUNDO - AVENIDA SÃO VICENTE DE PAULA

CONHEÇA NOSSO SITE E OS NOSSOS SERVIÇOS AGORA, CLICK NA IMAGEM E VEJA.

ESTÁ EM CASA, PENSOU EM PIZZA, LEMBROU PIZZARIA PRIMEIRA¨OPÇÃO.

ESTÁ EM CASA, PENSOU EM PIZZA, LEMBROU PIZZARIA PRIMEIRA¨OPÇÃO.

VISITE A MULTESCRITA SOLUÇÕES EM CONTABILIDADE RUA 2 JULHO Nº 35 - 1º ANDAR

13 de agosto de 2015

Jovem conta como teve faca cravada na cabeça na BA; raio-x mostra objeto.


A vendedora que levou uma facada na cabeça por ciúmes contou como foi o ataque sofrido na cidade de Ilhéus, no sul da Bahia. Gilvânia Ferreira, de 23 anos, relatou que estava a caminho da escola do filho quando foi surpreendida por uma mulher. “Ela me chamou pelo nome e quando eu virei, ela me empurrou. Tentou dar uma [facada] primeira, eu segurei a mão dela, mas aí ela foi e deu uma segunda (facada). Eu só pensava nos meus filhos, o desespero”, relembra a vendedora. O crime ocorreu na segunda-feira (10).


A jovem teve alta na manhã desta quarta-feira (12) e aguarda familiares no hospital para buscá-la. Gilvânia foi socorrida e levada para o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, que fica em Itabuna. O raio-x feito na unidade de saúde mostra que por pouco a faca não atingiu a estrutura do globo ocular, o que poderia comprometer a visão.
 
A jovem não precisou passar por cirurgia, o que surpreendeu a equipe médica e a própria paciente. “Ela não retirou o objeto estranho, isso foi importante para sobrevida dela. E aqui no hospital, no atendimento, foi retirado junto com a equipe de neurocirurgiões, anestesista.


Não evoluindo nenhuma sequela ou sintoma que levasse uma intervenção, ela fez uma tomografia computadorizada do crânio, de controle, estando tudo bem”, disse Paulo Bicalho, diretor geral do Hospital de Base. A vendedora ainda contou que a suspeita mora no mesmo bairro que ela, no Alto da Conquista, na cidade de Ilhéus. A agressão teria sido motivada por ciúmes, pois Gilvânia relatou que teve um relacionamento com o companheiro da mulher, na época em que o casal estava separado. “Agora eu só agradeço a Deus por tudo e peço felicidade para minha vida daqui para frente. Eu só quero que ela pague pelo que ela fez, nada mais", revela. De acordo com o delegado André Aragão, da 7ª Coordenaria de Polícia do Interior (Coorpin/Itabuna), a suspeita do crime foi presa na tarde de terça-feira (11). Ela vai responder por tentativa de homicídio e, segundo o delegado, deve ser encaminhada para o Conjunto Penal de Itabuna. Até por volta das 9h54 desta quarta-feira, a suspeita ainda não havia sido transferida. (G1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seus comentários, mas lembre-se que este blog é acessado por famílias, mulheres, e pessoas de bem.