LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNETE

LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNETE
LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNET, DE IBICARAÍ PARA O MUNDO - AVENIDA SÃO VICENTE DE PAULA

CONHEÇA NOSSO SITE E OS NOSSOS SERVIÇOS AGORA, CLICK NA IMAGEM E VEJA.

ESTÁ EM CASA, PENSOU EM PIZZA, LEMBROU PIZZARIA PRIMEIRA¨OPÇÃO.

ESTÁ EM CASA, PENSOU EM PIZZA, LEMBROU PIZZARIA PRIMEIRA¨OPÇÃO.

VISITE A MULTESCRITA SOLUÇÕES EM CONTABILIDADE RUA 2 JULHO Nº 35 - 1º ANDAR

26 de fevereiro de 2015

Jihadista 'John' do Estado Islâmico é identificado.


Homem de preto ao lado do refém James Foley, que foi decapitado, seria o jihadista John, de sotaque britânico, que foi identificado como Mohammed Emwazi (Foto: Reprodução/Archive.org)
O jihadista do Estado Islâmico (EI) conhecido como "John", que tem sotaque britânico e foi responsável pelo assassinato de reféns ocidentais, foi identificado nesta quinta-feira (26) como Mohammed Emwazi, informou a emissora "BBC".
Emwazi é de nacionalidade britânica e era conhecido pelos serviços de segurança do Reino Unido, segundo a emissora.
Apelidado pela imprensa como "Jihadista John", este membro do EI foi visto pela primeira vez em um vídeo divulgado pelo EI no mês de agosto de 2014 através da internet, quando apareceu no vídeo do assassinato do jornalista americano James Foley.

Os serviços secretos britânicos não queriam divulgar a identidade do jihadista por razões operativas, acrescentou a "BBC".
Desde agosto passado, as agências de segurança britânicas estavam trabalhando para identificar o terrorista que aparecia nos vídeos com um forte sotaque britânico, concretamente de Londres.
O "Jihadista John" também foi visto em vídeos transmitidos pelo EI quando decapitou o também jornalista americano Steven Sotloff, o voluntário britânico David Haine, o taxista britânico Alan Henning e o voluntário americano Abdul-Rahman Kassig.
O governo britânico expressou sua preocupação com os casos de jovens muçulmanos que viajam para a Síria para se unir ao EI.

O último caso é o de três adolescentes de entre 15 e 16 anos, que viajaram na semana passada à Turquia para ir depois para a Síria.
G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seus comentários, mas lembre-se que este blog é acessado por famílias, mulheres, e pessoas de bem.