LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNETE

LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNETE
LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNET, DE IBICARAÍ PARA O MUNDO - AVENIDA SÃO VICENTE DE PAULA

CONHEÇA NOSSO SITE E OS NOSSOS SERVIÇOS AGORA, CLICK NA IMAGEM E VEJA.

ESTÁ EM CASA, PENSOU EM PIZZA, LEMBROU PIZZARIA PRIMEIRA¨OPÇÃO.

ESTÁ EM CASA, PENSOU EM PIZZA, LEMBROU PIZZARIA PRIMEIRA¨OPÇÃO.

VISITE A MULTESCRITA SOLUÇÕES EM CONTABILIDADE RUA 2 JULHO Nº 35 - 1º ANDAR

17 de novembro de 2014

Fim dos lixões pode estar mais próximo.

(A fotoi em janeiro de 2013 no lixão de Ibicaraí)


O presidente da República em exercício, Michel Temer, vetou nesta sexta-feira (14) o artigo da medida provisória convertida em lei que prorrogava por quatro anos o prazo para que os municípios acabem com os lixões e os transformem em aterro sanitário.
O governo deve negociar no Congresso um novo prazo, agora menor, de cerca de dois anos, na tentativa de acelerar a implantação da política de resíduos sólidos e pôr fim aos lixões em vários municípios brasileiros, incluindo Ibicaraí.
A pressão social para acabar com os lixões aumentou com a divulgação de que em todo o Brasil o descarte malfeito de resíduos sólidos afetava diretamente a saúde da população. Uma lei promulgada em agosto de 2010 obrigava os municípios a darem fim aos lixões até agosto de 2014. Mas, por pressão dos prefeitos, o prazo tinha sido prorrogado por mais quatro anos, até 2018. Agora, negocia-se o prazo de apenas mais dois anos, até 2016, com um possível financiamento do governo federal.

Um dos casos de lixo descartado de forma irregular que mais chamou a atenção dos brasileiros foi o de Ibicaraí. Em novembro de 2010, a partir das denúncias do então vereador Du Artes, o jornal A Tarde divulgou que o lixão ibicaraiense poluía todo seu entorno e já afetava até os cursos d'água. A notícia foi republicada pela imprensa de todo o Brasil.
Em junho de 2014, o Ministério Público da Bahia entrou com um pedido na Justiça para que o uso do lixão que fica atrás do Clube dos Quarenta, em Ibicaraí, fosse interrompido. Em resposta, a Justiça solicitou no mês de agosto que fosse feita uma perícia no descarte de lixo no município "com o propósito de verificar o nível de degradação da área e contaminação do solo" além de outras questões relacionadas à coleta do lixo. A ação ainda está em tramitação.
O descarte irregular de lixo em Ibicaraí é um problema que começou na década de 60 e não foi resolvido por nenhuma administração desde então, que apenas assistiram ao agravamento da situação.
Texto; José Nilton Calazans


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seus comentários, mas lembre-se que este blog é acessado por famílias, mulheres, e pessoas de bem.