LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNETE

LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNETE
LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNET, DE IBICARAÍ PARA O MUNDO - AVENIDA SÃO VICENTE DE PAULA

CONHEÇA NOSSO SITE E OS NOSSOS SERVIÇOS AGORA, CLICK NA IMAGEM E VEJA.

ESTÁ EM CASA, PENSOU EM PIZZA, LEMBROU PIZZARIA PRIMEIRA¨OPÇÃO.

ESTÁ EM CASA, PENSOU EM PIZZA, LEMBROU PIZZARIA PRIMEIRA¨OPÇÃO.

VISITE A MULTESCRITA SOLUÇÕES EM CONTABILIDADE RUA 2 JULHO Nº 35 - 1º ANDAR

17 de março de 2017

Ibicaraí discute formação do Comitê Diretor do Plano de Resíduos Sólidos.


A prefeitura de Ibicaraí, através da Secretaria Municipal de Agricultura, Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, realizou, na manhã da última quarta-feira, dia 15, uma reunião para discutir a formação do Comitê Diretor do Plano de Resíduos Sólidos para Ibicaraí. Na oportunidade, a secretária de Agricultura, Telma Elísia, falou sobre a importância do Plano para a captação de recursos junto a Fundação Nacional de Saúde - Funasa, que financia projetos voltados para essa área de resíduos sólidos em cidades com até 50 mil habitantes.
Estiveram presentes na reunião, além da secretária de Agricultura, o diretor de Agricultura e Pecuária, Jessé Matos; o diretor de Planejamento e Licenciamento Ambiental, Cochise Assis; O Biólogo e especialista em Gestão Ambiental, Saulo Araújo; a coordenadora da Vigilância Sanitária, Letícia Maria Ribeiro; o coordenador da Vigilância Epidemiológica,
Demétrio Castro; a Apoiadora Institucional, Ana Graciela Matos; a Gestora do SUAS, Juliana Costa; o diretor de Cultura, Lucas Cardoso; Coordenadora da Atenção Básica, Thayanne Moreira do Carmo Ribeiro, e a Coordenadora Pedagógica, Clívia Rosane S. Menezes.
O Biólogo e especialista em Gestão Ambiental, Saulo Araújo, que possui 10 anos de experiência e já ajudou a implantar o Plano em outros municípios, falou como acontece a elaboração do plano e a necessidade de formar o Comitê Diretor. De acordo com o biólogo, esse é um projeto que leva tempo. “Existem cidades que levaram de 15 a 20 anos para a coleta seletiva funcionar plenamente. O importante é iniciar o projeto. Um cidadão joga, em média, R$11 reais no lixo por mês, em vidros, plásticos, papel, papelão. Basta multiplicar isso por 24 mil habitantes e veremos o quanto jogamos fora todo mês em Ibicaraí. Precisamos trabalhar com os pilares da Educação, Saúde, Social e a sociedade civil organizada para que esse plano dê certo", finalizou Saulo.
Assessoria de Comunicação – Ibicaraí

16.03.2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seus comentários, mas lembre-se que este blog é acessado por famílias, mulheres, e pessoas de bem.