CLIQUE NA IMAGEM E BAIXE AGORA O APLICATIVO DA NOSSA WEB RÁDIO ABN.

LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNETE

LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNETE
LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNET, DE IBICARAÍ PARA O MUNDO - AVENIDA SÃO VICENTE DE PAULA

CONHEÇA NOSSO SITE E OS NOSSOS SERVIÇOS AGORA, CLICK NA IMAGEM E VEJA.

ESTÁ EM CASA, PENSOU EM PIZZA, LEMBROU PIZZARIA PRIMEIRA¨OPÇÃO.

ESTÁ EM CASA, PENSOU EM PIZZA, LEMBROU PIZZARIA PRIMEIRA¨OPÇÃO.

VISITE A MULTESCRITA SOLUÇÕES EM CONTABILIDADE RUA 2 JULHO Nº 35 - 1º ANDAR

6 de fevereiro de 2016

WhatsApp eleva lotação máxima de grupos de 100 para 256 pessoas.


O novo limite já pode ser visto na versão do aplicativo para smartphones Android e iPhones.
O WhatsApp liberou uma atualização que aumenta em 156% o limite de pessoas que podem ser adicionadas a um grupo de mensagens.
Antes era possível listar apenas 100 contatos em um grupo. Agora, a lotação máxima subiu para até 256 pessoas.
O novo limite já pode ser visto na versão do aplicativo para smartphones Android e iPhones.
O aviso da lotação máxima aparece em grupos já criados, quando se clica sobre o título acima das mensagens trocadas por seus integrantes.
A ampliação foi incluída sem alarde nas últimas versões do app para as plataformas Android e iOS, liberadas ao longo de janeiro. Tanto é que o WhatsApp não a citou sequer na descrição das novidades da versão 2.12.13 para iPhones, que informa apenas ter “corrigido falhas”.
Nesta semana, Mark Zuckerberg, presidente-executivo e cofundador do Facebook, dono do WhatsApp, anunciou que o aplicativo de mensagem atingiu a marca de 1 bilhão de usuários.

A título de comparação, se todas essas pessoas fossem incluídas em um único grupo que tivesse sua nova lotação máxima esgotada, bastaria 3,9 milhões desses agrupamentos para reunir todos os usuários do WhatsApp.

Outra novidade anunciada pelo app neste ano foi o fim das anualidades de US$ 1 – até então eram gratuitas no primeiro ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seus comentários, mas lembre-se que este blog é acessado por famílias, mulheres, e pessoas de bem.