LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNETE

LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNETE
LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNET, DE IBICARAÍ PARA O MUNDO - AVENIDA SÃO VICENTE DE PAULA

CONHEÇA NOSSO SITE E OS NOSSOS SERVIÇOS AGORA, CLICK NA IMAGEM E VEJA.

ESTÁ EM CASA, PENSOU EM PIZZA, LEMBROU PIZZARIA PRIMEIRA¨OPÇÃO.

ESTÁ EM CASA, PENSOU EM PIZZA, LEMBROU PIZZARIA PRIMEIRA¨OPÇÃO.

VISITE A MULTESCRITA SOLUÇÕES EM CONTABILIDADE RUA 2 JULHO Nº 35 - 1º ANDAR

15 de janeiro de 2015

Morre comerciante baleado durante tentativa de assalto em shopping da Barra.


O representante comercial Ricardo Daniel Almeida Souza, 22 anos, que foi baleado na tarde da terça-feira (13), após uma tentativa de assalto em um shopping na Barra, morreu na madrugada desta quinta-feira (15). Ricardo estava internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Geral do Estado (HGE) desde o dia do crime.
Ricardo ficou ferido a tentar impedir a fuga de bandidos, após uma tentativa de assalto no shopping Victoria Center. De acordo com comerciantes que trabalham no local, tudo começou quando dois homens chegaram ao centro de compras, por volta das 12h50, com a intenção de assaltar uma joalheria.

"Um deles entrou, abordou uma funcionária da segurança e perguntou onde era o sanitário. Ela indicou e depois perdeu ele de vista", narrou o síndico do condomínio Victoria Center, André Leite. Segundo testemunhas, o homem chegou a entrar na loja de joias, mas foi surpreendido por um dos donos.

Da porta da loja, anunciou o assalto e mostrou que estava armado. O suspeito ainda empurrou o proprietário, mas a outra dona da loja, que estava do lado de fora, chegou no momento do embate. Foi quando o casal começou a gritar, chamando atenção dos vizinhos.
Câmeras de segurança do shopping registraram a ação e, de acordo com a delegada Jussara Souza, titular da 7ª Delegacia (Rio Vermelho), as imagens já estão sendo analisadas. "Sabemos que a tentativa de roubo não foi consumada e estamos tentando identificar os autores, mas ainda é precipitado dizer que tem ligação com outra situação", disse, referindo-se à primeira vez que a mesma joalheria foi assaltada, em agosto de 2013. Na época, três homens renderam os funcionários da loja e roubaram joias e relógios. Os suspeitos estavam disfarçados e usavam uniformes da construção civil. Ninguém foi preso até hoje.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seus comentários, mas lembre-se que este blog é acessado por famílias, mulheres, e pessoas de bem.