CLIQUE NA IMAGEM E BAIXE AGORA O APLICATIVO DA NOSSA WEB RÁDIO ABN.

LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNETE

LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNETE
LIGMAX O SEU PROVEDOR DE INTERNET, DE IBICARAÍ PARA O MUNDO - AVENIDA SÃO VICENTE DE PAULA

CONHEÇA NOSSO SITE E OS NOSSOS SERVIÇOS AGORA, CLICK NA IMAGEM E VEJA.

ESTÁ EM CASA, PENSOU EM PIZZA, LEMBROU PIZZARIA PRIMEIRA¨OPÇÃO.

ESTÁ EM CASA, PENSOU EM PIZZA, LEMBROU PIZZARIA PRIMEIRA¨OPÇÃO.

VISITE A MULTESCRITA SOLUÇÕES EM CONTABILIDADE RUA 2 JULHO Nº 35 - 1º ANDAR

29 de janeiro de 2015

Aumentou percentual de casos de agressão contra crianças e adolescentes em Ibicaraí, diz Conselho Tutelar.


Todo ano o Conselho Tutelar de Ibicaraí apresenta um relatório resumido sobre os atendimentos realizados no município. O relatório de 2014 mostra que no ano foram atendidos 315 menores de idade em alguma situação de abuso ou de risco.
Os casos mais comuns em 2014 foram de indisciplina (23%), pedido de guarda (13%), negligência (13%) e agressão (12%). Esse percentual de casos de agressão contra crianças ou adolescentes foi maior em 2014 do que em 2013, quando tinham sido de 8%.
Em 2013, os atendimentos mais comuns eram de maus tratos (18%), indisciplina (18%) e negligência (10%). Nos dois anos, os casos de abuso sexual foram de 4% do total de menores atendidos.

Cada atendimento do conselho é encaminhado a um órgão competente, a depender do tipo de abuso. Em 2014, os encaminhamentos mais comuns foram para Creas (24%), Cras (16%), Secretaria de Assistência Social (15%), Defensoria Pública (12%) e Ministério Público (10%).
O conselho informa que "a violência e o abandono que vitimiza crianças e adolescentes precisa ser discutida e enfrentada como problemática que está a exigir decisões políticas de grande envergadura".

No relatório, o conselho reclama que "encontra dificuldades para realizar o trabalho, mas conta e espera a ajuda da sociedade para que possamos continuar a combater os abusos e omissões contra os direitos das crianças e dos adolescentes em Ibicaraí".
Fonte; Facebook do jornalista José Nilton Calazans

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seus comentários, mas lembre-se que este blog é acessado por famílias, mulheres, e pessoas de bem.